Publicado por: evitoria | 5 de fevereiro de 2013

Prefeituras em crise ? veja o que diz a AMA.


Prefeituras estão em crise, reclama presidente da AMA

Teotonio Vilela recomendou que prefeitos façam ajuste fiscal e paguem dívidas

  • por Vanessa Siqueira

  • Prefeituras estão em crise, reclama presidente da AMA

“Pior impossível”. É assim que o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Marcelo Beltrão, definiu a situação da economia das prefeituras do estado. Para tentar solucionar a situação crítica, os prefeitos, o governador e vários secretários estão reunidos, na manhã desta segunda-feira (4) para discutir políticas públicas de desenvolvimento, além de segurança pública e outros temas.

Com apenas um mês de gestão, várias prefeituras já apresentam dificuldades para administrar a máquina pública. Trinta e uma prefeituras chegaram a decretar situação de emergência, o que preocupa o governo e a AMA.

Marcelo Beltrão afirmou que o ano de 2013 deve ser de cautela para a maioria das prefeituras. Ele afirmou que os governos estadual e federal já sinalizaram que vão ajudar com investimentos em projetos para contribuir com o desenvolvimento dos municípios.

“Esse será um ano de incertezas e recomendo aos prefeitos a agirem com cautela nas finanças. Semana passada estivemos em reunião com a presidenta Dilma e o governo federal vai dar uma atenção especial à situação dos prefeitos alagoanos”, disse.

Mesmo ciente da situação dos municípios, o governador Teotonio Vilela afirmou que a maioria das prefeituras de Alagoas não possui projetos para angariar recursos. Segundo o governador, a falta de projetos voltados para o desenvolvimento das cidades reflete na economia. Durante seu discurso na abertura do encontro, Vilela recomendou que os prefeitos paguem suas dívidas, façam o ajuste fiscal nas contas e que procurem realizar mais projetos de desenvolvimento.

“O estado também sofre com a falha das prefeituras em não enviarem projetos ao governo federal. Eles [governo federal] repassam a contrapartida, mas a prefeitura tem que mostrar interesse. Recomendo que os prefeitos planejem melhor seus passos, para que seus municípios possam receber mais recursos”, recomendou.

O secretário de Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio Gomes disse que o evento é muito importante para que os prefeitos tenham acesso a informações sobre planejamento, administração e disponibilizar novas ferramentas de gestão.

“A Seplande trouxe todo um aparato para proporcionar aos prefeitos informações valiosas para que os prefeitos tenham ferramentas que possam ser usadas na gestão de resultados, além de receberem noções de estratégia para obter recursos, gestão de pessoas e administração pública”, explicou o secretário.

O evento prossegue durante todo o dia e terá quatro mesas redondas, com duração de cinquenta minutos cada, com temas como a Defesa Social e a Promoção da Paz, Infraestrutura e Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Social.


Categorias

%d blogueiros gostam disto: