Publicado por: evitoria | 2 de outubro de 2013

Garota de 13 anos é agredida por adolescentes na porta de escola


8834c3adcf422ed20f3d68f675b2de0025f09e38

Uma adolescente de 13 anos foi agredida por outras duas jovens na última sexta-feira (27), em frente à escola onde estuda no município de Rio Largo, distante 27 km de Maceió.

A ação, gravada por uma câmera de celular, mostra o momento em que M. M. A. S. sai fardada da escola municipal Judite Paiva e é espancada por duas jovens por volta das 12h.

As imagens mostram quando a menor é abordada por uma menina, que a joga no chão. Depois, outra garota chega e dá continuidade à agressão. Enquanto dão chutes e socos na adolescente, uma diz “você sabe porque está apanhando”.

Felizmente, dois jovens ajudaram a garota e conseguiram interromper a agressão. Eles foram elogiados pela atitude louvável. "Ao invés de ficar olhando e filmando, eles foram lá impedir que algo pior acontecesse", disse um funcionário que não quis ser identificado.

A mãe da jovem agredida, Elisângela Albuquerque, disse que já registrou boletim de ocorrência na delegacia da cidade e procurou o Conselho Tutelar. “Minha filha também fez o exame de corpo de delito no IML, mas acredito que isso não dará em nada. Divulgamos esse vídeo porque a lei brasileira é uma vergonha, e se a gente deixar para lá é mais um caso que será arquivado”, comentou.

De acordo com Elisângela, as jovens agressoras têm 16 e 17 anos. O espancamento teria sido motivado porque M. M. A. S. estaria tendo um "caso" com o namorado de uma delas. Depois, entretanto, as menores procuraram a família da jovem para pedir desculpas e disseram que agrediram a pessoa errada.

A mãe da vítima sustenta que a filha não conhecia as garotas, tampouco teve envolvimento com o namorado de uma delas. “Tanto é que isso [a agressão] só aconteceu porque uma menina agiu como intermediária e mostrou quem era minha filha. Achamos que foi ela quem filmou toda a cena”, explicou.

“Não é fácil ver seu filho chegar em casa após levar uma ‘pisa’. Eu não sei mais o que é comer ou dormir. Somente devemos falar com o delegado nesta quinta-feira”, finalizou.

Fontes: Tudo na Hora.


Categorias

%d blogueiros gostam disto: